segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

30ª COPA SANTIAGO - BRIGADA MILITAR REFORÇA ESQUEMA DE SEGURANÇA PARA O GRENAL


        Na noite de ontem (14/01 – domingo), o 5º R P Mon montou um esquema especial de segurança por ocasião do Grenal promovido pela 30ª Copa Santiago de Futebol Juvenil. O Comando reforçou o policiamento dentro e fora de campo, o que garantiu um clássico sem registro de ocorrências. Torcedores e equipes participam da competição com condições de segurança.

     Certas medidas adotadas pela Brigada Militar foram recebidas com antipatia por algumas pessoas. No entanto, é oportuno destacar que o rigor na fiscalização almeja, fundamentalmente, a manutenção da competição como um evento democrático, com participação popular efetiva. A ideia não é restringir nem obstaculizar a liberdade de nenhum torcedor, pelo contrário, é permitir que o Estádio Alceu Carvalho seja frequentado por toda a sociedade santiaguense e regional com segurança.


         O Comando do 5º R P Mon é sabedor de que o torcedor é um elemento importante para sobrevivência e desenvolvimento do esporte, razão pela qual adota todas as medidas previstas na legislação. Garantindo o direito à segurança antes, durante e após a realização do evento esportivo. Entretanto, para que a segurança do torcedor lhe seja garantida, ele deve obedecer a requisitos previstos em Lei.


     Assim como esclarecido em reunião com os seus representantes, o cadastro das torcidas e seus membros tem relevância ímpar. Haja vista uma série de direitos e deveres decorrentes do próprio termo “torcidas organizadas”. Dentre os deveres, a Lei determina a ela o de manter cadastro atualizado de seus associados ou membros. O objetivo é manter controle sobre os indivíduos que se apresentam como representantes de determinada torcida. O cadastramento é realizado de forma privada. As próprias associações o fazem, embora o Poder Público tenha acesso na eventualidade de uma ocorrência.

Essas e outras condições têm o poder de induzir o trabalho preventivo. Prevenção aos atos ilícitos e de violência praticados por ocasião de competições esportivas, especialmente os atos de violência entre torcedores e torcidas. 


Fotos: Capitão Paulo Afonso martins Pereira Júnior 
            Comandante do policiamento na noite do GRENAL