segunda-feira, 12 de junho de 2017

DICA DE SAÚDE - CONTROLE DO COLESTEROL E PRESSÃO ARTERIAL


 O tratamento dessas patologias hoje se dá muito por uso de medicamentos específicos e dietas, mas no último mês, uma divulgação feita pela Associação Americana do Coração (AHA, na sigla em inglês) destaca pela primeira vez, uma terapia que priorize à atividade física para tratar pacientes com problemas cardiovasculares. Muito embora já se saiba que o exercício físico é benéfico para tratamento e complemento de diversas patologias, essa divulgação é uma grande notícia, pois consta que à atividade física deve vir antes da regulação da pressão arterial, do colesterol e da glicose no sangue, por exemplo, e não se trata apenas de atividade aeróbica, mas também de outros três importantes pilares como força, equilíbrio e cognição.

 A capacidade funcional cai com o passar dos anos, e o declínio é ainda maior quando o idoso tem doença cardiovascular. A nova diretriz destaca que apenas o exercício regular é capaz de frear esse declínio, aumentando a qualidade de vida das pessoas mais velhas. Isso acontece porque, com o treinamento, elas adquirem mais força e equilíbrio, o que aumenta a mobilidade, diminuí o sedentarismo e a chance de outros tipos de doenças oportunistas se instalarem.

Receitar exercícios primeiramente é o próximo passo para tratamento dessas patologias, a medicação, em vários casos, é necessária e muito importante, mas como coadjuvante. Não é o remédio para o colesterol que vai fazer o indivíduo se sentir melhor depois de um infarto, e sim o exercício que consegue isso.

Lembrando que nunca é tarde para começar a realizar atividade física, por mais sedentário e debilitado que o indivíduo seja o pouco que ele realizar, já será um grande avanço, assim deixando de lado um pouco os remédios. Além de atividades aeróbicas como corrida e caminhada, a musculação é recomendada, ainda que com pouca carga, exercícios de equilíbrio e alongamento, para adquirir flexibilidade.

 A dica é visar mais o exercício físico, e menos o consumismo de medicamentos em demasia, usando apenas em últimos casos, e assim aumentar a expectativa de vida, deixando longe o oportunismo dessas patologias, e outras consequentemente, como AVE, infarto, diabetes, etc.

Confira se seu condicionamento físico está adequado.
Teste de sentar e levantar



O teste utiliza uma escala de 10 pontos.

A cada apoio que a pessoa precisa usar para sentar ou para levantar, ela perde um ponto. A cada desequilíbrio, perde meio ponto.


Para quem tem mais de 50 anos, o resultado ideal é tirar de 8 pontos para cima. Se alcançar menos do que isso, é um possível sinal de que o condicionamento físico não está em dia.