quinta-feira, 29 de dezembro de 2016

DICAS PREVENTIVAS PARA MANUSEIO DE ROJÕES E SIMILARES






       Chegada a hora de recebermos o tão esperado ano novo, também precisamos voltar nossa atenção para os cuidados no uso de artefatos explosivos, em especial rojões e fogos de artifício.

     Não podemos ignorar os riscos advindos da queima de fogos de artifícios, assim, precauções devem ser tomadas para manter o brilho e  a alegria  das festas de final de ano.  Acidentes ocorrem com maior freqüência nesta época do ano, levando em conta a utilização de explosivos somados a falta de cuidado e a ingestão de bebidas alcoólicas.

   Acidentes ocorrem, não apenas ocasionando queimaduras. Mas também laceração e mutilação dos dedos, mãos e rosto.


   Para que sua festa não se transforme e tragédia, a Brigada Militar divulga algumas orientações quanto ao uso de rojões e similares.

- Somente adquira fogos de artifícios em locais devidamente autorizados    para comercialização dos respectivos produtos;


- Leia atentamente o rótulo de segurança e data de validade dos artefatos no momento da compra e durante sua utilização;

- Mantenha caixas de fósforos e/ou isqueiros em locais fora do alcance das crianças;

- Nunca solte fogos em ambientes fechados, e quando o fizer em ambientes abertos, atente para sua segurança e de outros;

- Ingestão de bebida alcoólica e fogos não combinam;

- Para a queima de rojões utilize um suporte adequado e o mantenha fora do alinhamento do seu corpo, bem como sua projeção inclinada para uma área segura;

- Cuidado com o efeito retardado. Os fogos podem falhar temporariamente; se isso ocorrer considere o artefato ativo;

- Não acenda bombas na mão, utilize uma base segura e o acenda com segurança;

- Não coloque o artefato em bolsos;

- Nunca deixe crianças soltar fogos.

- A distância para explodir os fogos com segurança é de 30 a 50 metros de pessoas, edificações e carros.

- Se os fogos não estourarem, não tente reaproveitá-los. Molhe-os para apagar o pavio e evitar acidentes e leve na loja em que comprou para trocá-los.

- Se for guardar fogos de artifício em casa, deixe-os em um local seco e longe de fogões, isqueiros e do acesso a fumantes.

        Os pais também devem redobrar a atenção com as crianças, que nessa época costumam manusear fogos de artifício que não estouraram, mas podem machucar.

            Em caso de queimaduras, deve-se lavar o local com água corrente e enrolar em um pano ou toalha limpa. Dependendo da extensão da queimadura, é preciso procurar um médico imediatamente.