sexta-feira, 21 de outubro de 2016

NÚMERO DE ACIDENTES COM MOTOCICLISTAS TRIPLICA EM POUCO MAIS DE UMA DÉCADA

Matéria/Foto: http://www.viverseguronotransito.com.br/

       Você já refletiu sobre as fragilidades a que motociclistas estão expostos ao se locomoverem por grandes cidades? Se por um lado o veículo é um facilitador para driblar os engarrafamentos, as motocicletas deixam seus condutores muito mais vulneráveis a acidentes com consequências graves. Não à toa, a preocupação com a segurança cresceu nos últimos anos junto com o número de ocorrências, já que, em apenas 11 anos, os casos com mortos e feridos com esse tipo de veículo triplicaram no Brasil.
           A informação faz parte do estudo “Retrato da Segurança Viária no Brasil”, feito pelo Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), que comparou os mais de 12 mil mortos por causa de acidentes com motocicletas em 2013 com as mais de 3,5 mil ocorrências do mesmo tipo em 2002. O crescimento dos óbitos ligados a motos foi tão expressivo na última década que se tornou a principal causa de morte no país quando o assunto é trânsito, representando 37% dos casos, contra 31% dos carros e 25% dos pedestres.
         E para os adeptos das motocicletas, os equipamentos de segurança já conhecidos são de extrema importância. Apenas utilizando o capacete, o condutor reduz em 40% o risco de mortes em acidentes. E atenção para uma regra que vale para todos: sempre respeite as sinalizações e não acelere ao sinal amarelo.
         Vamos juntos trabalhar para reduzir a violência no trânsito. A sua segurança também agradece!