terça-feira, 12 de janeiro de 2016

Secretaria de Segurança Pública faz análise inicial da Operação Verão



    Uma avaliação inicial da Operação Verão, da qual faz parte a Operação Golfinho (BM), foi feita nesta sexta-feira (8), em Capão da Canoa, no litoral norte gaúcho. O secretário da segurança, Wantuir Jacini reuniu os representantes dos órgãos de segurança pública (BM, PC, IGP e o Corpo de Bombeiros) para uma análise do trabalho que está sendo realizado.
   Os dados da Operação Golfinho apresentados pela Brigada Militar, referem-se ao período de (19) de dezembro de 2015 até esta sexta-feira (08). Os números apontam 211 salvamentos no Litoral Norte, oito no Litoral Sul, 15 em águas internas, além de dois afogamentos registrados.
   No policiamento ostensivo foram feitas 1.073 prisões, 63 veículos foram recuperados, 51 armas apreendidas, mais de 40 mil veículos fiscalizados, 37 foragidos foram capturados, 1.061 veículos recolhidos e mais de 11 mil veículos autuados.
   O Comando Ambiental apresentou dados parciais, de 24 de dezembro de 2015 a 06 de janeiro de 2016. Entre os materiais apreendidos estão 13.480 metros de rede, uma motosserra, três armas de caça, um veículo, duas tarrafas, 227 cartuchos e duas facas.
   Após a reunião de trabalho, Jacini fez um sobrevoo pela orla de Capão da Canoa para vistoriar a estrutura das guaritas, ele também fez uma visita à Base Comunitária que está instalada à beira mar. Torres e Tramandaí também contam com essa estrutura de policiamento comunitário, uma em cada balneário.
   Para o secretário os números são positivos, com redução de vários crimes em relação ao mesmo período do ano passado, como homicídios, roubos e furtos.
   - Os relatórios também mostram que houve diminuição do número de afogamentos. Estamos com salva-vidas em mais de 300 guaritas em todo o litoral. Vamos torcer para que continue assim - afirmou Jacini.
   Em Capão da Canoa há quatorze guaritas, uma delas havia sido danificada por ato de vandalismo, mas a prefeitura já providenciou o conserto com a ajuda da iniciativa privada. A guarita estará em funcionamento na próxima semana. Dos balneários litorâneos que fazem parte de Capão, Curumim tem quatro estruturas de salva-vidas e em Capão Novo há outras dez, todas em funcionamento.
   O chefe do Estado-Maior da Brigada Militar, coronel Andreis Sílvio Dal'lago também participou da avaliação, acompanhado de oficiais das unidades envolvidas na Operação Golfinho. Em fevereiro uma nova reunião vai ser feita para dar continuidade à avaliação dos trabalhos.
Texto: Cristiane Viegas
Fotos: Soldado Everton Ubal