quarta-feira, 15 de abril de 2015

Manifestações no RS foram acompanhadas pela SSP e tiveram resultado positivo


  As manifestações sociais do último domingo (12), em 38 municípios gaúchos foram acompanhadas do Centro Integrado de Comando e Controle Regional (CICC), da Secretaria da Segurança Pública (SSP), a exemplo do que ocorreu no último dia 15 março. A reunião de acompanhamento faz parte do planejamento estratégico desenvolvido pelo Gabinete de Gestão Integrada (GGI), composto pelos órgãos vinculados à SSP (Brigada Militar, Polícia Civil, Superintendência dos Serviços Penitenciários e Instituto Geral de Perícias) e representantes de instituições responsáveis pela Segurança Pública nas esferas municipal e federal, como a Policia Federal, a Policia Rodoviária Federal, Exército e Marinha do Brasil.

  O secretário da Segurança Pública, Wantuir Jacini, coordenou a reunião e avaliou como tranquilo o evento deste domingo “nós estabelecemos um dispositivo de policiamento dissuasório igual ao dispositivo da vez anterior e a manifestação transcorreu normalmente sem nenhuma ocorrência de significado durante todo o transcurso”. 

  Em relação ao evento anterior, o número de participantes foi menor neste domingo, em todo o estado 46 mil pessoas foram às ruas, sendo que 35 mil se concentraram em Porto Alegre, e outras 11 mil, no interior do RS. A primeira manifestação, no dia 15 de março, reuniu cem mil pessoas na capital gaúcha. O diretor-geral da SSP, Alciomar Goerch, afirmou que o resultado das manifestações foi conforme o esperado e que a população deu um exemplo de cidadania “mostrou a maturidade dos nossos manifestantes, de forma democrática mostrando seus pontos de vista, e o nosso policiamento dando toda a proteção e segurança para que todos conseguissem fazer a manifestação sem nenhum problema de ir e vir”.

  De acordo com o comandante-geral da BM, coronel Alceu Freitas, 18 mil policiais militares se revezaram durante todo o dia, em todo o estado, para atender as demandas durante as manifestações. Em Porto Alegre, 600 brigadianos estiveram mobilizados desde o início da manhã. Um reforço de 60 homens foi enviado a Caxias do Sul, cidade que teve grande número de participantes, no evento do mês passado, e também, em razão do jogo do Grêmio x Novo Hamburgo. "Em todas as cidades, houve efetivo organizado e atuando, principalmente nos grandes centros, acompanhando o movimento”. 

  A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) atuou com cem agentes de trânsito, eles ficaram concentrados nos locais de caminhada e em torno do anfiteatro pôr do sol, onde ocorreu o show da cantora Ivete Sangalo. Além de uma equipe de plantão para casos de ocorrências graves, afirmou o gerente da Central de Controle e Monitoramento da Mobilidade (Cecom), Daniel Silveira Costa.

  As imagens de todos os pontos da cidade, onde a manifestação ocorreu, foram monitoradas durante toda a tarde, o monitoramento foi feito a partir das imagens das câmeras das Plataformas de Observação Elevadas (POEs), Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Guarda Municipal de Porto Alegre, Trensurb, Polícia Rodoviária Federal, Concepa e dos imageadores aéreos acoplados a helicópteros da BM. Segundo o diretor do Departamento de Comando e Controle Integrado (DCCI), tenente coronel Júlio César Rocha, a prefeitura de Porto Alegre, através da Procempa foi parceira no monitoramento disponibilizando as fibras ópticas para enviar as imagens para o CICC. “Nós também disponibilizamos um reforço no nosso atendimento do call center, no telefone 190, do nosso videomonitoramento, e também, do nosso despacho de patrulhas, então o departamento entra para apoiar a SSP com esses aportes de segurança”. 

Texto: Cristiane Viegas/SSP/RS
Edição: Redação Palácio Piratini/Coordenação de Comunicação
Foto: Rodrigo Ziebel/SSP/RS