sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

ATENÇÃO AO VIAJAR - SEGURANÇA RESIDENCIAL

           A criminalidade nas grandes cidades (e até mesmo nas pequenas) é fator constante e crescente. Vivemos a insegurança de sair as ruas, andar de carro, sair a noite, ir ao banco… Infelizmente somos reféns de ladrões e criminosos de todos os tipos.

        Nossas casas e apartamentos são nosso lugar de privacidade, de descanso do stress e insegurança das ruas. Ninguém quer que seu lar, seu cantinho de repouso, seja vítima de assaltos e da insegurança que toma conta da vida moderna. Manter nossas casas afastadas e protegidas de assaltantes pode ser possível com simples cuidados tomados no dia a dia.

       A seguir, confira algumas dicas de segurança residencial para proteger seu imóvel.
  • Antes de entrar ou sair de casa, verifique a presença de pessoas estranhas. Na dúvida, avise seus familiares e ligue 190;
  • Chegue por locais e horários diferentes;
  • Tenha a chave de sua casa à mão antes de chegar à porta;
  • Isole as dependências externas, trancando as portas intermediárias;
  • Fique atento à presença de estranhos no quintal nas primeiras horas da manhã, de forma que possam rende-lo para alcançar o interior da casa.
  • Não admita a entrada de estranhos em sua casa;
  • Desconfie de serviços que você não solicitou ou consertos e checagem de problemas que você não observou. Sempre examine as credenciais de qualquer funcionário e confirme todos os dados por telefone com a respectiva empresa. Alerte seus familiares e vizinhos;
  • Não abra a porta para entrega de encomendas não esperadas (presentes, flores, malas diretas, etc.). 
  • Não guarde valores em casa. Se preferir usar cofres em sua casa, guarde sigilo quanto a sua existência e localização. Sempre que possível instale mais de um, instalando um deles fora de seus aposentos particulares;
  • Somente contrate funcionários com referências que possam ser confirmadas por pessoas de sua confiança. Faça uma verificação completa (endereço, referências profissionais anteriores, etc);
  • Não tenha armas de fogo em sua casa se você não tiver treinamento específico. Isto pode representar um risco ainda maior;
  • Instale e teste periodicamente alarmes sonoros e/ou luminosos para sua melhor segurança e também para que seus vizinhos reconheçam com facilidade e possam ajudar em caso de perigo;
  • Cuidado com a instalação de exaustores e aparelhos de ar condicionado, pois este pode ser um ponto vulnerável em sua casa;
  • Mantenha sempre à mão os telefones de emergência da Polícia. Conheça a localização dos postos Policiais de seu bairro. Instrua seus familiares e empregados de como proceder em caso de perigo ou de simples observação de suspeitos nas imediações;
  • Tenha especial atenção em trancar portas e janelas quando você sair de sua casa, mesmo por pequenos intervalos;
  • Quando você for viajar peça para que um vizinho ou amigo recolha sua correspondência, instale dispositivos automáticos para luzes externas e internas, programe aparelhos eletrônicos para serem acionados, etc sempre procurando dar a impressão de que sua casa esta ocupada;
  • Não permita que as janelas e portas de sua casa possam ostentar sua qualidade de vida;
  • Cuidado ao parar em frente a sua residência, especialmente quando for abrir o portão ou descarregar seu veículo após uma viagem. Certifique-se ANTES de não haver ninguém suspeito próximo;
  • Mantenha os telefones de emergência fixados em um local de fácil acesso na casa;
  • Tenha um bom relacionamento com os vizinhos e informe-se sobre o que ocorre nas proximidades; 
  • Caso sua casa apresente um aspecto de arrombamento não entre. Avise seus familiares e Chame a polícia;
  • Caso você vier a se deparar com delinqüentes, mantenha-se calmo.Não discuta, não encare ou reaja. Procure agir com calma indicando cada movimento e se possível procure memorizar as características pessoais, trajes, gírias, etc.


Crianças:

  • Oriente para que não permitam que estranhos entrem em sua casa; 
  • Oriente sobre os perigos de dar qualquer informação sobre hábitos da casa; Nunca digam que estão sozinhas em casa; 
  • Não abra a porta para pessoas desconhecidas; 
  • Evite receber visitas quando os pais e responsáveis não estiverem presentes; Permanecerem sozinhas próximas ao portão, na rua pode ser um comportamento de altíssimo risco;