quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

OPERAÇÃO FINAL DE ANO - REFORÇO NO POLICIAMENTO

ROCAM/POE/5º R P MON - Realizando buscas por indivíduos em atitude suspeita na Rua Bento Gonçalves, centro - Santiago

                          POLICIAMENTO COM MOTOCICLETAS
 
  
      A mais versátil e flexível das modalidades de policiamento pode ser utilizada de diversas formas, desde ao simples patrulhamento, à função de pronto emprego policial, áreas estas que mais efeitos produzem para a segurança pública.
 
  
      Iniciado no Estado de São Paulo,  e difundido em outros Estados, a exemplo do Rio Grande do Sul, o emprego de motocicletas para a segurança da sociedade, com funções diferentes do trânsito e dos batedores, as Rondas Ostensivas Com Apoio de Motocicletas – ROCAM, como é chamada a modalidade, introduziu rapidez, mobilidade, flexibilidade, dinamismo e maior poder de ostensividade ao policiamento das grandes cidades.
 
  
      Criada com o objetivo de ampliar o alcance dos locais de patrulhamento que, pela extensão, não possibilitava o emprego do homem a pé, ou pelas características do terreno, impossibilitasse o acesso de viaturas de quatro rodas, seu sucesso foi imediato.
 
  
      O principal fator contribuinte para tal êxito reside na capacidade de deslocamento das motos em meio aos constantes congestionamentos na cidade, em virtude do aumento da frota de veículos circulante.
 
  
      Aliado ao grande poder de mobilidade, a motocicleta permite ao policial transpor inúmeros obstáculos físicos durante o percurso, tendo, por conseqüência, a redução do tempo de resposta do recebimento da ocorrência, até a chegada ao local.
 
  
       A verificação de suspeitos e atendimento de ocorrências feito pelas patrulhas são complementados pela viatura de apoio, unindo-se a agilidade da presença policial característica da motocicleta ao complexo métrico e logístico da equipe que compõe a viatura de quatro rodas.
 
  
       O policial motociclista utiliza-se além do armamento individual, de rádio tipo HT, cassetete de borracha, guia de ruas de São Paulo, lanterna e outros, úteis à atividade, que são acondicionados em caixas fixas a traseira da motocicleta.   

          Apesar do emprego diário em patrulhamento, a ROCAM do POE/5º R P Mon (Pelotão de Operações Especiais), implementada com a chegada de duas motocicletas novas, não perde as características de tropa de choque. A rapidez do meio de transporte é diferença significativa no tempo de chegada ao local, possibilitando mais eficiência em situações emergências.