sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Acidentes de trânsito custam para o país 1,5% do PIB


          De acordo com dados da Seguradora Líder DPVAT, que administra o Seguro DPVAT, no ano de 2013, foram pagas 54 mil indenizações por morte. Todos os anos, os acidentes matam cerca de 1,3 milhão de pessoas ao redor do mundo e ferem até 50 milhões. De acordo com reportagem do jornal Valor Econômico, o custo dos acidentes para a economia brasileira chega a R$ 60 bilhões por ano, o equivalente a 1,5% do PIB.

          O texto destaca que grande parte do problema é resultado do aumento da frota de veículos particulares nas cidades, que cresceu 46% entre 2003 e 2013, gerando um aumento do número de acidentes e prejudicando a mobilidade. Flávio Adura, diretor científico da Associação Brasileira de Medicina no Trânsito, deu uma declaração ao jornal em que afirmou que outro problema é a fiscalização.
        Já o coordenador do Programa Acadêmico de Álcool e Drogas do Instituto de Neurociência Deolindo Couto, da UFRJ, Bráz de Lima, associa os acidentes de trânsito às falhas humanas. Ele acrescentou à publicação que mudar o comportamento e a percepção de motoristas e pedestres no Brasil pode ser um dos fatores que ajude a diminuir os números de acidentes. “Trânsito é uma matéria de cognição e comportamento, no fundo, 100% dos acidentes envolvem algum erro humano”, explica.