terça-feira, 18 de novembro de 2014

Curso Superior de Polícia Militar forma 109 novos capitães para a Brigada Militar






        O Curso Superior de Polícia Militar (CSPM), que forma capitães da Brigada Militar, concluiu na manhã de sábado (15) a formação de 109 novos oficiais que irão atuar em todo o Estado. O ato ocorreu na Academia de Polícia Militar, em Porto Alegre, após dois anos de curso para qualificação dos novos gestores da Corporação. 

        Na formatura, os alunos-oficiais entregaram o Espadim Tiradentes, que acompanhou o cadete ao longo de sua trajetória até então, e receberam de suas madrinhas e padrinhos a espada, que é o símbolo do oficial da Brigada Militar.

        O comandante-geral da Brigada Militar, coronel Silanus Serenito de Oliveira Mello, entregou ao capitão Vinicius Alexandre Karnikoski a medalha “General Osório”, em reconhecimento ao mérito intelectual e sua classificação em 1º lugar no CSPM. O comandante-geral destacou a importância da qualidade na formação desses gestores, que representam uma “renovação dos responsáveis pela condução dos homens e mulheres da Brigada Militar”. 

        O coronel Silanus ainda lembrou dos resultados do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, divulgados recentemente, em que a BM aparece com altos índices de confiabilidade da população. “Isso traz à Corporação e aos formandos uma responsabilidade ainda maior em realizar um trabalho de segurança pública com qualidade”, disse o oficial. 

        “A Brigada Militar é um exemplo nacional de polícia democrática, que dialoga com a sociedade”, ressaltou o secretário de Segurança Pública, Airton Michels, que ainda falou sobre a nobreza da profissão escolhida pelos novos oficiais. “A finalidade das instituições é servir à população”, completou.

        O secretário-chefe do Gabinete do Governador, Ricardo Zamora, que representou o governador Tarso Genro na solenidade, lembrou a complexidade do papel da polícia na sociedade, e disse estar confiante no longo processo de qualificação e reflexão dos novos oficiais, que oportunizaram aos capitães “uma lapidação da consciência e formação de valores essenciais ao serviço público”.

        Prestigiaram, ainda, o ato, o desembargador Alberto Delgado Neto, representando o presidente do Tribunal de Justiça do Estado, o promotor Luiz Eduardo Azevedo, representando o procurador-geral de Justiça, o comandante do Comando Militar do Sul, general-de-exército Antonio Hamilton Mourão, o presidente do Tribunal de Justiça Militar do Estado, juiz coronel Sérgio Antonio Berni de Brum, o deputado estadual Carlos Gomes, o chefe do Estado-Maior da BM, coronel Leonel da Rocha Andrade, entre outras autoridades civis e militares.

        

GABINETE DO COMANDANTE-GERAL
Texto: Sargento Sabrina Ribas
Fotos: Soldado Robson Alves – PM5